quarta-feira, 25 de junho de 2014

Faz uma visita (virtual) ao Metropolitan Museum of Art



O Metropolitan Museum of Art, de Nova York, um dos maiores e mais importantes museus do mundo, disponibilizou parte de suas publicações para download gratuito. Visita-o!


Convite da Casamarela & Cineclube de Amarante


No dia 28, pelas 16 horas, a Casamarela Inaugurará uma exposição subordinada à Rota do Românico e exibirá a curta-metragem "Mural", parcialmente elaborada por alunos da ESA,  com a presença do realizador Abi Feijó.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Pensamento do Dia


Quem foi Charlot?



Charlie Chaplin (1889 -1977) foi um ator, realizador, produtor, humorista, empresário, escritor, comediante, dançarino, argumentista e músico britânico. Chaplin foi um dos atores mais famosos da era do cinema mudo, notabilizado pelo uso de mímica e pantomima. É bastante conhecido pelos seus filmes O Imigrante, O Garoto, Em Busca do Ouro, O Circo, Luzes da Cidade, Tempos Modernos, O Grande Ditador, Luzes da Ribalta, Um Rei em Nova Iorque e A Condessa de Hong Kong.
Influenciado pelo trabalho dos antecessores - o comediante francês Max Linder, Georges Méliès, D. W. Griffith Luís e Auguste Lumière - e partilhando o trabalho com Douglas Fairbanks e Mary Pickford,  influenciou  comediantes e cineastas como Federico Fellini,  Peter Sellers, Marcel Marceau, Jacques Tati, Rowan Atkinson, Johnny Depp, Michael Jackson, Harold Lloyd, Buster Keaton e outros diretores e comediantes. É considerado por alguns críticos o maior artista cinematográfico de todos os tempos, e um dos "pais do cinema", junto com os Irmãos Lumière, Georges Méliès e D.W. Griffith.
No livro sobre Chaplin "A Life", Martin Sieff escreve: "Chaplin não foi apenas 'grande', ele foi gigantesco. Em 1915, ele estourou um mundo dilacerado pela guerra trazendo o dom da comédia, risos e alívio enquanto ele próprio se estava  dividindo ao meio pela Primeira Guerra Mundial. Durante os próximos 25 anos, através da Grande Depressão e da ascensão de Hitler, ele permaneceu no emprego. Ele foi maior do que qualquer um. É duvidoso que algum outro indivíduo tenha dado mais entretenimento, prazer e alívio para tantos seres humanos quando eles mais precisavam."
Pela sua inigualável contribuição ao desenvolvimento da sétima arte, Chaplin é o mais homenageado cineasta de todos os tempos, sendo ainda em vida condecorado pelos governos britânico (Cavaleiro do Império Britânico) e francês (Légion d 'Honneur), pela Universidade de Oxford (Doutor Honoris Causa) e pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos (Oscar especial pelo conjunto da obra, em 1972).
 Fonte: wikipedia.org/wiki/Charlie_Chaplin





domingo, 22 de junho de 2014

As melhores dicas dos bolseiros para estudar para os exames

Os bolseiros do 2.º ano (de preto) junto dos alunos de 1.º ano 
Esta é a altura do ano que quase todos os estudantes gostariam de eliminar das suas vidas. Mas como ainda não se inventou uma forma mágica de o conseguir, lê como poderás preparar-te para acabar o ano com boas notas. Os bolseiros QEM arranjaram tempo para partilhar as estratégias que resultam com eles. E desejam-te boa sorte!


PLANEAMENTO

"Ver o calendário de exames e preparar um plano de estudo realista - não vale a pena planear estudar 10 horas seguidas quando sabe que ao fim de duas já não aguenta estar em frente aos livros", Carolina Rosa, Design de Comunicação, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa

"Fazer um plano de estudo com objetivos diários", Francisca Lobo Machado, Design de Equipamento, Faculdade de Belas Artes de Lisboa

"Gerir muito bem o tempo antes dos exames, para saber quais as disciplinas que merecem mais tempo de estudo - saber que tem tudo organizado deixa-o mais tranquilo", Martinha Gonçalves, Marketing, no Instituto Superior de Contabilidade e Administração, da Universidade de Aveiro

"Anotar numa agenda todas as datas de entregas de trabalhos e todos os momentos que vai ser necessário trabalhar para conseguir entrega-los a tempo, para que nada falhe", João Ferreira, Comunicação e Design Multimédia, na Escola Superior de Educação de Coimbra

ESTUDO

"Recolher apontamentos e resumos de alunos com bons resultados", Maria Geraldes, Design, na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa

"Estudar a matéria mais difícil de manhã, que é a altura do dia em que é mais fácil concentrar-se", Daniela Pinto, Marketing, na Universidade do Minho

"Está na hora de fazer a síntese dos resumos feitos ao longo do ano e juntar informação dos apontamentos tirados nas aulas. Feito este trabalho, partir para a realização de exercícios", Ana Lindade, Tecnologia e Design de Produto, na Escola Superior de Design, Gestão e Tecnologias da Produção de Aveiro-Norte, da Universidade de Aveiro

"Aproveitar aulas de apoio (dúvidas) que alguns professores marcam antes dos exames. Se dão mais importância a um exercício, pode indicar que matérias saem no exame", Hugo Cardoso, Engenharia de Materiais, no Instituto Superior Técnico

"É essencial consultar livros para entender melhor a matéria mais complicada. Não bastam os apontamentos, slides e outros meios dados pelos professores", Martinha Gonçalves

"Numa das vezes em que ler a matéria, grave o áudio no telemóvel. Assim, mesmo quando está longe dos livros pode ouvir a matéria, o que ajuda a memorizar", Afonso Paiva, Design, na Universidade de Aveiro

"Estudar primeiro pelos apontamentos e pelo material que os professores usam para dar a aula, que normalmente são disponibilizados. Só depois, e se houver tempo, ler alguma da bibliografia recomendada", Daniela Pinto

"Resumir apenas as partes mais importantes da matéria e tentar interiorizar as restantes através de sucessivas leituras, mesmo que ainda haja tempo para fazer resumos de toda a matéria", Afonso Paiva

"Aproveitar todos os momentos para adiantar trabalho. Nos momentos em que é necessário esperar por algo ou por alguém é sempre bom adiantar alguns pontos de trabalho mais simples e rápidos e não estar parado. Isso vai fazer bastante diferença mais tarde", João Ferreira

"Imaginar as perguntas que podem sair num exame com consulta e treinar as respostas",  Maria Geraldes

"Não estudar com internet a não ser que seja estritamente necessário, pois é uma forte fonte de distração", Vera Rosete, Engenharia e Gestão Industrial na Universidade de Coimbra

"Nada melhor que integrar um grupo de estudo. Cada grupo de estudo tem as suas metodologias, e obriga a passar tempo na biblioteca em vez de desperdiçar uma manhã a dormir ou a ver o episódio que perdeu da série da noite passada. Acompanhar o grupo na matéria é muito importante pois podem surgir dúvidas iguais e alguém pode saber responder imediatamente.", Tiago Pimentel, Engenharia e Gestão Industrial, na Universidade de Aveiro 

"Estudar com mais alguém, porque ao estudar com outras pessoas aprende-se outras maneiras de resolver os exercícios, de que normalmente não nos lembramos", Hugo Cardoso

EQUILÍBRIO

"Evitar ficar o dia todo na faculdade ou em casa somente a estudar. Reservar uma ou duas horas do dia para ir ao café, ao cinema ou ao ginásio",Carolina Rosa

"Saber quando se deve estudar e quando se deve descansar, ou seja, encontrar o ponto ideal entre estudo e descanso. E durante o descanso tentar não pensar no estudo e vice-versa", João Santos, Design Gráfico e Publicidade, na Escola Superior de Estudos Industriais e Gestão

"Fazer intervalos regulares para descontrair e não começar a questionar tudo o que se está a estudar", Maria Pestana Teixeira, Design de Comunicação, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa

"Dormir bem é tão importante como estudar. Com sono estamos mais concentrados nas horas e em quanto tempo falta para voltar para a cama, do que no estudo. Oito horas para a maioria dos estudantes é o ideal", Hugo Cardoso

"Saber parar. Após algumas horas de estudo, mesmo com as pausas necessárias, o estudo já não é produtivo. Vá dormir, descanse, e acorde cedo no dia seguinte para continuar. Não vale a pena insistir quando o estudo já não rende", Jessica Triana, Design, na Universidade de Aveiro

"Nos oito dias anteriores ao exame é importante manter o cérebro ativo no período correspondente ao do exame, porque o cérebro é como um músculo e como tal necessita de treino", Maria Geraldes

EM CIMA DA HORA

"Pegar nos testes de anos anteriores para ter uma ideia do tipo de exercícios e a forma como as perguntas são feitas, poupa imenso tempo", Hugo Cardoso

"Fazer o seu próprio formulário para quando tiver de resolver os exercícios não perder 5 minutos á procura daquela fórmula espetacular que resolvia o exercício em 2 passos", Tiago Pimentel

"Nunca desistir, mesmo que esse seja o primeiro pensamento depois de fazer a contagem do tempo que falta. Há que pensar que só é necessário mais um pequeno esforço e tudo vai terminar, as férias e o descanso estão a chegar", João Ferreira

"Opte por escrever só os tópicos quando já não há tempo para fazer resumos completos. É uma outra forma de manter a matéria organizada e permite fazer revisões de forma mais rápida", Daniela Pinto

"Não pensar em fazer tudo ao mesmo tempo - pensar numa coisa de cada vez, sem misturar, porque isso só leva a que não se faça nada no fundo", Maria Gonçalves Serra, Design de Comunicação, na Faculdade de Belas Artes Universidade de Lisboa

"Se não tem a matéria em dia, peça resumos aos alunos mais velhos e concentre-se ao máximo, fazendo pausas apenas quando sente que o estudo já não está a render", Jessica Triana

"Fazer pequenos esquemas da matéria para perceber e decorar mais rapidamente", Inês Oliveira, Engenharia de Materiais, na Universidade de Aveiro

"Saber com quem tirar dúvidas. Normalmente, é agora que elas surgem e para esclarecê-las o melhor a fazer é recorrer ao docente da disciplina, mas também não deve descurar a troca de dúvidas com colegas, em particular os mais 'certinhos'", Ana Lindade

"Evitar diretas ou poucas horas de sono, mas se tiverem de acontecer que não aconteçam na noite antes do exame", Carolina Rosa

"Na noite que antecede o exame, não vale a pena ficar até tarde a estudar. Dormir bem evita distrações e pequenos erros, que são muitas vezes causados pela falta de sono", Afonso Paiva

"O mais importante é estar calmo. Ficar nervoso ou muito stressado é um passo para que a prova não corra tão bem. É importante relaxar, pensar que é só um exame (apesar de ter consciência da sua importância), e que se estudou e sabe a matéria, não precisa de se preocupar", Rita Gonçalves, Design de Equipamento, na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa

Fonte:http://expresso.sapo.pt/as-melhores-dicas-dos-bolseiros-qem-para-estudar-para-os-exames=f873954#ixzz35MK4coqk

sábado, 21 de junho de 2014

Parceria Cineclube de Amarante/Gatilho (Porta 43): Dia 27 na Gatilho, 21h30



"Desde 2008 que a sociedade portuguesa é assaltada por ameaças de colapso: económico, primeiro, mas consequentemente de toda a estrutura social. Pelos políticos, estudiosos, académicos e demais especialistas de todos os quadrantes que, com melhores ou piores estudos, vão alimentando a esperança ou desesperança de um povo.
Mas o que nos aconteceu na realidade? Fomos “invadidos” por um grupo de homens que, a mando da regulação e regulamentação, a par dos governantes por nós eleitos, vai introduzindo medidas “imprescindíveis” para a nossa salvação. Vivemos sob um resgate de anos, feito de medidas governamentais, sem qualquer responsável, sem alguém a quem possamos culpar.
E então o que nos acontece? É isso que nos propomos, os 9, documentar através da fotografia e um de nós com um filme. Queremos mostrar as consequências e resultados na sociedade portuguesa das intervenções impostas a todos nós.
Nove reflexões, postas numa nova perspectiva sobre a sociedade contemporânea portuguesa, em que nos propomos construir um documento visual através da fotografia e filme. Um documento que possa ser uma memória para as gerações futuras.
Uma plataforma online, um livro e um filme é o legado que esperamos deixar, numa ânsia de não passarmos ao lado de tão grandes transformações."
          Pedro Neves


Pedro Neves

Foto de José Carlos Carvalho


A magia dos livros

                     

"Os livros são metade dos sonhos que tu tens."
                                                      José Jorge Letria

Ler diminui a Ignorância





Passeio cultural pela Rota do Românico

                             

quinta-feira, 19 de junho de 2014

WORKSHOP: Como criar um Puff personalizado?

Na última semana de aulas a BE acolheu esta iniciativa muito interessante. 
Esta atividade, aberta a todos os alunos e professores, foi dinamizada pelos alunos João Pedro e Diogo do 7.º D.


Os materiais utilizados foram embalagens de leite, jornais, tecido liso, fita cola.
Os pequenos também ensinam os adultos!
Eis algumas fotos destes pequenos "professores" em ação: 
















A BE agradece ao João Pedro e ao Diogo os ensinamentos. 

Concurso Foto Vencedores

Divulgação dos Resultados do concurso de fotografia:


1ª classificada Filipa Costa (12ºCLH)

2ª classificada Francisca Lemos (12ºCLH)

3ª classificada Ana Silva (11ºAV)

A BE felicita o trio (feminino) vencedor.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Rota do Românico | filme promocional

          

A Rota do Românico

Em terras dos vales do Sousa, Tâmega e Douro, no coração do Norte de Portugal, ergue-se um importante património arquitetónico de origem românica. Traços comuns que guardam lendas e histórias nascidas com a fundação da Nacionalidade e que testemunham o papel relevante que este território outrora desempenhou na história da nobreza e das ordens religiosas em Portugal.
Esse património encontra-se estruturado na Rota do Românico, germinada, em 1998, no seio dos concelhos que integram a VALSOUSA - Associação de Municípios do Vale do Sousa - Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel, e alargada, em 2010, aos restantes municípios da NUT III – Tâmega (Amarante, Baião, Celorico de Basto, Cinfães, Marco de Canaveses e Resende), unindo num projeto supramunicipal um legado histórico e cultural comum.
Ancorada num conjunto de monumentos de grande valor e de excecionais particularidades, esta Rota pretende assumir um papel de excelência no âmbito do touring cultural e paisagístico, capaz de posicionar a região como um destino de referência do românico.
Numa viagem pela História, a Rota do Românico oferece ainda aos visitantes momentos de contemplação e convida ao contacto com as gentes da região. Trilhos e caminhos esperam-no para passeios a pé ou de bicicleta, em comunhão com a natureza. Aos mais afoitos o rio Paiva desafia-os para experiências únicas, com descidas de rafting inesquecíveis. 
As inúmeras festas e romarias são o palco privilegiado para um regresso aos mercados de antigamente, animados pelos singulares modos de dançar, tocar e cantar. Marcas identitárias também presentes nos ofícios e artes tradicionais, onde sobressaem os bordados, os trabalhos em linho e os restauros de peças de arte em talha e madeira.
Sinta os paladares e os cheiros da cozinha tradicional, sempre regados com os vinhos verdes de excelência nascidos nestas terras. Retempere forças na tranquilidade que envolve as unidades de turismo rural da região ou opte por um passeio por jardins centenários, onde o tempo parece ter parado. Por onde quer que vá, será acolhido com a gentileza e a autenticidade da população local.

http://www.rotadoromanico.com/vPT/QuemSomos/ARotadoRomanico/Paginas/ARotadoRomanico.aspx

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Um convite à tua imaginação...


BOLO DE SÃO GONÇALO
Lisboa tem as sardinhas de Santo António, Porto tem os martelos e o manjericão de São João. 
Em Junho, em Amarante, celebram-se as Festas de São Gonçalo. Nesta altura, é comum encontrar bancas pelas ruas e praças a vender estes bolos fálicos epónimos do santo padroeiro da cidade.




A PROPOSTA
O vosso desenho será incluído numa instalação artística colectiva dentro da exposição SÃO GONÇALO - A VIDA E O MITO, que decorrerá na Casamarela durante o fim-de-semana das Festas de São Gonçalo, dias 7 e 8 de Junho.

REGRAS GERAIS
Imprime esta imagem num papel A4 que fica ao vosso critério (cor, textura) e pinta, cola, rabisca, escreve, decora, como quiseres.

Depois é só entregar à Casamarela, Rua Miguel Pinto Martins, 56-58, ou entrar em contacto connosco através de amarantecasamarela@gmail.com, da nossa página facebook ou 917729558.

PRAZO DE ENTREGA 
Dia 5 de Junho.

Quem estiver longe pode enviar o ficheiro jpeg, pdf, tiff, gif para casamarela@gmail.com