domingo, 13 de janeiro de 2013

O que andas a ler?

Desta vez deixamos aqui o contributo de um aluno,o que é raro!Os rapazes são mais tímidos a participar neste blog...O Samuel, aluno de Humanidades enviou-nos o seguinte comentário ao livro Os filhos da Droga.
Esta obra autobiográfica escrita por Christine F. fala-nos da sua vida enquanto criança e adolescente, e da sua relação com as drogas. O livro começa a falar de uma grande mudança. Christine que tinha acabado de fazer 6 anos, iria mudar-se de uma pequena aldeia para uma grande cidade chamada Berlim com os pais e a irmã mais nova. Os pais de Christine tinham como plano começar um negócio próprio lá. Pouco depois da mudança o negócio dos pais foi-se abaixo, deixando o pai de Christine no desemprego, tornando-se cada vez mais agressivo (ao ponto de bater nas suas 2 filhas e mulher). Face a isto, a mãe de Christine pediu o divórcio, pelo qual Christine e a irmã se separaram, tendo Christine ido viver com a mãe e a sua irmã com o seu pai. Entretanto, Christine tentava integrar-se num grupo de jovens, junto de Detlef (seu futuro namorado), Axel, Babsi, Atze, Zombie e Stella. Primeiro começou por faltar às aulas, a fumar e beber nos intervalos da escola, até que ela e o seu grupo de amigos decidiram experimentar uma nova droga que circulava pelas ruas de Berlim. Chamavam-lhe “H” ou Heroína, era conhecida pelo seu poder viciante e pelo seu elevado risco de morte. Porém, Christine (com apenas 13 anos) e seus amigos acabaram por se viciar nesta droga. Aos 14 anos, Christine e os seus amigos ficam sem dinheiro para continuar a comprar drogas, decidindo começar a prostituir - se numa estação abandonada perto de um zoo. De início ela escolhia os clientes, mas depois com a necessidade de consumir droga 3 vezes ao dia começou a aceitar qualquer cliente que se apresenta-se. Não continuarei a dizer mais sobre a história e deixarei à vossa escolha se querem saber o final.
Aconselho este livro a toda a gente porque fala de uma história verídica e actual, ou seja, das verdadeiras consequências das drogas para o nosso corpo (apesar de viva, Christine sofre de graves problemas e todos os seus amigos que continuaram a consumir heroína acabaram por morrer). 
                                                                            Samuel Varejão - 10º CLH1

Sem comentários:

Enviar um comentário